Director: Américo Natalino de Viveiros Director Adjunto: Santos Narciso
Escolha a cor do seu tema: Skin Vermelha Skin Verde Clara Skin Azul Skin Azul Bébé Skin Amarela

Gráfica Açoreana   Diario dos Açores   Atlantico Expresso   Associanissima

Arquivos
A A A

Autocarros de São Miguel com percursos e preços na net

04 Julho 2009 [Regional]

A partir de agora os utilizadores dos transportes colectivos de passageiros na ilha de S. Miguel têm à disposição um portal com informação geo-referenciada do percurso dos autocarros e outros elementos úteis.
O site foi apresentado ontem à tarde pelo secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos e pela TREMNO, empresa responsável pelo portal.
A implementação de sistemas de informação ao público, envolvendo o recurso às novas tecnologias, fornece dados actualizados dos operadores de forma a facilitar o acesso do público à informação relevante sobre o sistema de transportes. O utilizador fica a saber o que necessita sobre a viagem pretendida desde a origem ao destino final.
Na apresentação do portal, José Contente exprimiu a sua satisfação pela inclusão digital que, a partir de agora, abrangerá também os transportes colectivos terrestres na ilha de S. Miguel.

“Grande significado”

“Trata-se de uma experiência piloto com grande significado na nossa perspectiva. A partir de hoje qualquer utente terá a possibilidade, utilizando este site de um modo geo-referenciado, aceder aos horários de todos os autocarros que passam nos 900 apeadeiros na ilha de S. Miguel”, referiu.
Este é um projecto orçado em 75 mil euros, que a partir da próxima semana já está disponível no site www.smigueltransportes.com.
Na opinião do governante “esta é uma experiência com um objectivo claro”, promover cada vez mais a mobilidade sustentável do arquipélago, nomeadamente através da promoção dos transportes colectivos terrestres e, acrescentou, “é também o cumprimento da última resolução do Grupo Parlamentar do PS na ALRAA aprovado, no sentido de introduzir inovação tecnológica também nos transportes colectivos”.
O secretário regional transmitiu aos concessionários a intenção do executivo açoriano continuar a trabalhar e apostar nesta área, anunciando o projecto HIBRIDMAC, enquanto projecto-piloto que assenta no pressuposto racional da energia, com recurso à energia eléctrica consumida em horas de “vazio” e de recurso renovável, o geotérmico.
Esta iniciativa anunciada assenta em quatro linhas de orientação estratégica: a análise da viabilidade económica, planeamento e implementação da tecnologia híbrida nos transportes públicos, apoio ao financiamento dos sobrecustos destes veículos e ainda no apoio à aquisição de equipamentos específicos para a respectiva manutenção.
“Há aqui uma intenção clara e uma estratégia definida de apostarmos nos transportes colectivos como um sistema integrado, nesta abordagem sistémica. Melhorar a qualidade ambiental e reduzir os gastos energéticos correspondendo ao aumento da eficiência energética”, sublinhou José Contente.
A renovação da frota, no âmbito do programa SIRIART, já permitiu a redução do consumo de combustível e a diminuição de cerca de sete vezes da emissão de gazes poluentes, em comparação com os autocarros anteriores, para além da poupança para as empresas na ordem de meio milhão de euros na diminuição da compra de combustível.
O governante referiu ainda o procedimento concursal lançado pelo governo a fim de estudar o sistema rodoviário regional, sob o ponto de vista dos horários e tarifários, entre outros - com conclusão prevista para o final deste ano -, estudo esse que irá permitir ao Governo e às empresas melhorar a atractividade do preço dos bilhetes e itinerários, correspondendo às necessidades da população observadas.
Aos concessionários e utentes José Contente reafirmou a prioridade desta legislatura, nesta área, que passa por “promover este tipo de transporte e investir com as transportadoras para que este sistema seja cada vez mais vivo e adequado, respondendo cada vez melhor em termos de qualidade, segurança e eficiência energética”.
O portal irá contemplar, a curto prazo, todos os subsistemas de transportes do arquipélago de forma a disponibilizar, de forma acessível e rápida, informação aos utentes, promovendo, em última instância, este tipo de transporte colectivo, com mais garantia de serviço público.

Versão de Impressão

Mais notícias da área Regional